Testimonials

“A experiência de Au Pair no interior é fantástica, pois o intuito do intercâmbio é aprender inglês e quanto menos pessoas falam seu idioma, mas garra e força de vontade você terá para aprender… Até por necessidade mesmo. Costumo incentivar as minhas amigas a trabalharem de Au Pair, pois além de aprender inglês, aprende-se a cultura e ganhasse uma nova família. Após ser Au Pair no interior tive a oportunidade de trabalhar em Dublin com o auxílio da Greyce (Au Pair in Ireland) a quem por sinal tenho uma imensa gratidão pelo profissionalismo, atenção e ética. Mesmo após retornar ao Brasil continuo mantendo contato com a família que trabalhei e tenho muito carinho por todos, sinto saudade das crianças e aprendi muito com eles. Eu acho mais válido para quem quer aprender inglês, no meu caso que fui sem falar nada… É trabalhar de Au pair, pois são 24 horas ouvindo inglês e falando em inglês. A minha familia foi tão importante no meu aprendizado, amaurecimento e conhecimento que eu fazia parte dos momentos em familia… Realmente algo que nunca esquecerei. Acho válido procurar um serviço especializado em Au Pair por n fatores, mas o essencial é ter um conhecimento da família. Já soube de casos de pessoas próximas que foram mal tratadas pelas famílias. Existem pessoas que optam em procurar por conta propria, mas eu particularmente prefiro o atendimento da Greyce (AuPair in Ireland) o qual me deu todo o suporte necessário para as entrevistas, retorno de e-mails e esclareceu todas as minhas dúvidas além de acompanhamento após início do trabalho. Resumindo: Indico o programa e penso em retornar a Dublin e procurar seus serviços novamente” (Aline Leone – Ex Au Pair. Twitter: @AlineLeone).

 

“Hi, my name is Renata and i worked as an aupair for a year and a half. It was a good experience for me because i lived with a very kind family and they’ve always supported me teaching me English as well. I became part of their family and gave me a sense of belonging. I used to mind 4 kids, they were hands full but i guess that’s the way kids are and i had previous experience with children so I handled the job well. Good times, nearly 12 years ago and I don’t have any regrets.).
“Uma das relações mais honestas q tive na Irlanda foi através da Au Pair in Ireland.
Fiz contanto com a Greyce através de mensagem de texto na epoca, ela me enviava vagas, eu ia as entrevistas e escolhia a familia.
Minha primeira escolha foi frustrante… A familia dizia que queria uma au pair sem exigencia de inglês e resolveu q queria uma com inglês avançado após 3 dias q eu já estava instalada. Obtive todo o suporte  da Greyce sem nenhum custo e toda a humanidade possivel. Me ajudou pessoalmente a encontrar outra familia que inclusive foi uma segunda familia pra mim.
Já se passaram uns 4/5 anos que retornei ao Brasil e sempre q sei de alguém q fará intercâmbio pra Irlanda recomendo a Au Pair in Ireland por ser uma empresa seria e comprometida.
Tenho as melhores referências possiveis de honestidade da Greyce as quais são impagaveis.  Former Aupair Aline  .

  Foi através deste serviço que consegui meu emprego como Au Pair. O serviço é muito bom e uma verdadeira “mão na roda”, já que as entrevistas são marcadas para você (que já é meio caminho andado) e o valor ser pago somente no ato da contratação, o que lhe dá tempo de reservar este valor. Minha impressão pessoal: vale sim muito a pena. O valor pode parecer incômodo, mas o que você gastaria semanas tentando conseguir uma única entrevista de emprego, é o que você gasta fazendo essas entrevistas marcadas pela Greyce e a Jô. Dica de ouro!vanessa http://eraumavezdublin.blogspot.com/2011/10/au-pair-como-ser-au-pair.html

 

“Antes mesmo de ir para Irlanda as pessoas me falavam sobre o aupair in Ireland, e eu já sabia que ao chegar já iria me cadastrar.  E assim fiz, participei de uma entrevista que não fui selecionada e na segunda entrevista já fui, comecei trabalhar com uma família mais que querida, que podia dizer que era minha família na Irlanda, pois era assim que eu era tratada, como parte da família. Fiquei com essa família por um ano, e nesse tempo só tive um problema de comunicação com o pai, mas entrei em contato com a Greyce que interviu e tudo ficou bem. Depois desse um ano decidir mudar para uma família live out para ter outro tipo de experiência e por estar mais segura com meu inglês, no início tive problema de adaptação com as crianças que eram mais velhas que as da primeira família e elas gostavam muito da aupair anterior, que voltou para seu pais de origem, mas entrei contato com a Greyce que também me ajudou muito nesse início, me dando dicas de como agir, depois de alguns dias já tinhas conquistado as meninas. Não sei o que seria de mim na Irlanda sem esse apoio que recebi do aupair in Ireland.Laila Santos Pena E-mail: laila_turismo@hotmail.com

“Ao chegar a Irlanda me cadastrei no programa de Aupair, nao tinha nenhum nivel de ingles e Greyce disse que me ajudaria, então ela encaminhou a todas as famílias  a minha ficha e conseguiu algumas disponíveis a tentar a experiência de ter uma aupair que não fala inglês. Durante esses dias fiz um curso para aprender como cuidar e quais atividades desenvolver com as criancas. Ela mesma fez uma triagem das possíveis famílias e então  participei de uma entrevista que não fui selecionada porque meu ingles nao era bom para a familia, na segunda entrevista já fui. Comecei trabalhar e morar com uma família de 3 filhos, um gato e um cachorro. Mesmo no início me deixaram muito a vontade e foram muito acolhedores,  recebi uma lista com as tarefas que deveria fazer e os horários que deveria trabalhar. Fiquei com essa família por 10 meses. Depois desse periodo decidi voltar ao meu país. Não poderia ter vivido na Irlanda sem ter participado do programa. Bianca Souza Silva 

“Meu nome é Inês Dantas e fui a Irlanda no ano de 2008, como só contratei o curso de inglês e aluguei o apartamento por conta propria, tive imensas dificuldades já nos primeiros meses, pois eu não falava ingles e o dinheiro acabava rapidamente e ninguém queria empregar uma pessoa sem referências e sem comunicação.

Quando todo o meu dinheiro já tinha acabado e eu já não tinha uma outra opção de ficar na Irlanda, eu resolvi procurar a Greyce (sim eu realmente demorei a procura-la por causa da taxa que tinha que pagar pelo serviço) e foi a melhor coisa que fiz, sem sombra de dúvida, primeiro que ela é super organizada e profissional, eu tive a segurança de estar trabalhando na casa de uma familia Irlandesa, quando eu assinei o contrato eu sabia exatamente o que eu teria que fazer e que dias tinha que trabalhar, passei a ter estabilidade financeira, parei de pagar aluguel, recebia meu salário certinho e qualquer problema (raríssimos por acaso) era reportado a Greyce que resolvia prontamente.

Após contratar o serviço da Greyce aprendi inglês de forma muito mais fácil vivendo com a família e pude frequentar as aulas com maior tranquilidade também, já que passei a não ter preocupações com alimentação, conta de luz, agua e aluguel que acreditem é beeeeemmmmmm caro!!!! Sem contar que conheci esta pessoa maravilhosa que é a Greyce, que a primeira vista parece ser uma pessoa fria, mas tem um coração do tamanho de toda a Irlanda.

 

Após todos estes anos ainda falo bem o inglês e tenho uma lembrança maravilhosa do tempo do meu Irtemcâmbio, fiz amigos, tive experiências e viagens inesquecíveis.

 

“No incio aqui in Dublin só não foi mais difícil porque encontrei a Aupai Ireland. Sempre me mantia informada ótimas vagas  e o salário muito bom também teve vaga q  ela me disponibilizou  q pagavam até 500 euros semanais nunca me esqueço tive alguns problemas pessoais e ela a Dona da agência me ajudou  muito aqui conheci toda a família  dela e se tenho a dizer é muito obrigada por tudo…. experiência varia de pessoa pra pessoa a minha foi ótima e os anos se passaram tudo se acertou e ainda mantivemos contato….obrigada mais uma vez. Nagila

“Como muitos já sabem, eu consegui uma família para trabalhar como Au Pair através de Greyce (Au Pair in Ireland), uma brasileira que já mora há um bom tempo aqui em Dublin e trabalha como agenciadora e faz um excelente trabalho” (Renata Cezar. Blog: http://acarajecomguiness.blogspot.com/)

“Olá, meu nome é Jiran estava morando na Italia e estava muito difícil arrumar um trabalho por lá devido a crise, então resolvi ir para um país que falasse a língua inglesa. Ouvi falar muito da Irlanda que era um pais pequeno e bom de se viver, foi quando me falaram da Greyce Casara que ajudava meninas Brasileiras a encontrar um trabalho como Aupair vivendo na casa de famílias Irlandesas. Nunca tive esta experiência então resolvi arriscar. Não tenho nada a reclamar somente a agradecer pela forca que a Greyce me deu, mesmo eu falando muito pouco o Inglês. Foi uma grande experiência.” (Jiran – E-mail: jihussein@yahoo.com.br)

“Após o incidente do nevoeiro, eu consegui um emprego com a Greyce (Au Pair in Ireland). Ela mesma, a tão conhecida por todas nós que queremos ser Au Pair aqui na Irlanda. Ela realmente existe, é de carne e osso, uma pessoa maravilhosa e de coração bom. Meninas ela recebe cerca de 50 mensagens por dia. Se ela não responde é porque ela é realmente muito ocupada” (Inês Priscila, Au Pair. Blog: http://comecandoaos30.blogspot.com/).

Ola, meu nome Camila Silva,eu morei 6 anos em Dublin e tive a oportunidade de trabalhar como Aupair .Fui a Dublin a passeio,mas depois resolvi ficar pra estudar ingles,mas nao tinha trabalho o que dificultaria minha estadia la.Entao resolvi procurar emprego como baba e foi assim que encontrei a Greyce. Ela foi uma ajuda muito grande pra mim,me ajudou com todas as coisas que precisei. No inicio consegui uma familia no Interior,pois queria vivenciar a cultura Irlandesa e realmente aprender ingles.Mas depois resolvi mudar pra capital, e a Greyce mas uma vez me ajudou a encontrar outra familia,onde fiquei trabalhando por 4 anos.Familia que me recebeu e cuidou de mim como uma membro da Familia. Morar na Irlanda foi a melhor coisa que me aconteceu,um pais lindo e com pessoas muito acolhedoras. Agredeço a Greyce e o site por essa oportunidade.Beijos,Camila Silva. <camilacasara@yahoo.com.br>

Andreza <andreza.ds@gmail.com> Quanto ao trabalho prestado pela Greyce, só tenho a agradecer. Antes de qualquer coisa busquei referências com outras aupairs que já tinham utilizado o trabalho dela, e tive 100% de aprovação, desta forma, entrei em contato via email e no mesmo dia recebi retorno. Corri atrás para encaminhar os documentos solicitados e obtive da parte dela e de sua assistente feedback quanto a necessidade de refazer documentos ou se tinha alguma coisa faltando. Logo comecei a receber as mensagens pelo celular e claro que eu respondia no mesmo instante. Enfim, da data do meu cadastro até a data da confirmação de aprovação no processo seletivo de uma família foram dois meses e duas entrevistas. Recebi a confirmação da aprovação da família através de mensagem de celular e logo após isso, tudo correu muito bem. Recomendo.

Quando cheguei em Dublin a 3 anos atras, apos 4 meses me encontrei numa situacao em que eu nao tinha mais dinheiro e muito menos um trabalho. Porem, em um dia na sala de aula conheci uma colega e pedi que me avisasse se soubesse de algum emprego. Ela me passou o contato da Greyce, a partir dai minha vida aqui em Dublin comecou a andar e gracas a Deus e a Greyce, nunca me encontrei desempregada desde entao. E continuo usufruindo os servicos do Aupairinireland no qual estou muito satisfeita! Julyana Gonçalves jhultcure@hotmail.com   

I have used Greyce many times to get carers for my mum and more recently for a cleaner, and every time she responds straightaway and sends me cv’s the same day, the quality of people she provides is exceptional. I would highly recommend her services, Maria Cunningham Clontarf

Greyce has helped to find childminders for our busy family (working mum and three small kids) on three occasions. On all three occasions, she has managed to promptly get a number of women out to our home for interviewing which has given us a much better sense of the person then would an international phone call. In all cases, the women were in their twenties or thirties and I was extremely fond of all of them. Two worked out very well and we are still in contact regularly. One woman who was maybe a bit less experienced didn’t work out as these things sometimes don’t, but we managed to transition to someone else with Greyce’s help and to get her into another position with hopefully a family that might have been less of a handful. Greyce has always been highly responsive and has addressed our needs in a professional and speedy manner. We have been able to get high calibre childminders pretty rapidly and the women we have been fortunate to have in our home have been trustworthy, friendly and loving towards our children. Isabelle Kidney

We have used Greyce for the last 3 years to help us find a live in minder for our two small children.  She has a good service that has a quick turnaround.  She has access to a lot of mainly Brazilian girls who are here for a year plus to learn English.   All the girls have lovely natures and are very family oriented.  They like children and don’t mind the noise!  If there is a problem Greyce reacts very quickly to sort it out. She has a thorough vetting system and like all things it is up to the employer to be very clear what they want from the beginning.   We have our current girl nearly 6 months and she intends to stay with us now for another 6 months and then it will be back to Greyce.  We wish her the best of luck with her business. 

Denise – Dublin 6